O que é um produto biodegradável e o que é não biodegradável?  

O que é um produto biodegradável e o que é não biodegradável?

O descartar adequado dos nossos resíduos é uma ótima maneira de reduzir o nosso impacto ambiental. Mas, para tal, precisamos perceber os materiais que deitamos fora. Se for feito de forma correta de itens, como tubos de papelão e embalagens plásticas depende de quão bem sabemos quais os materiais que são compostáveis, biodegradáveis e não biodegradáveis. Todavia, será que realmente entendemos o que significa biodegradável? 

Neste artigo, vamos desmistificar este conceito e ajudar a responder às questões mais importantes sobre este tema que incluem:  

  • O que significa biodegradável e qual é a definição de “biodegradável”?
  • Qual é a diferença entre materiais biodegradáveis, não biodegradáveis e compostos?
  • O que é não-biodegradável?
  • O que são materiais biodegradáveis?
  • O que é o plástico biodegradável e é melhor para o planeta?

Saber as respostas a estas perguntas e muito mais pode ajudá-lo a reduzir o desperdício e o impacto ambiental a longo prazo. Então, mãos à obra e vamos a isso. Continue a ler e entenda exatamente como saber porque a diferença entre biodegradável e não biodegradável pode ajudar nos a reduzir e reciclar nossos resíduos. 

O que significa “biodegradável”? 

Para começar, vamos definir o que é um produto biodegradável. Biodegradável significado que algo se pode deteriorar naturalmente, com impacto zero no meio ambiente. Por outras palavras, é matéria orgânica que pode ser decomposta por bactérias ou outros organismos vivos.1

É importante notar que há muita ciência e pesquisa por trás do que pode ser considerado biodegradável e não biodegradável. Com algum tempo (em milhares de anos), a maioria dos objetos vai-se decompor ou irá biodegradará. É detalhe meramente técnico, mas vale a pena, estar a par. Neste artigo, nós vamos diferenciar entre o que pode ser biodegradado de forma “saudável” (como a vegetação) e o que não é saudável deixar para ser biodegradado (como certos plásticos e metais) para que possa tomar decisões conscientes ao deitar fora itens em sua casa.2

Qual é a diferença entre o que é biodegradável e o que não é biodegradável? 

Para ajudar a explicar melhor este conceito, primeiro veremos a diferença entre materiais biodegradáveis e não biodegradáveis. 

Como vimos, coisas biodegradáveis decompõem-se naturalmente no solo, sem deixar toxinas e sem danificar o meio ambiente. JJá os materiais não biodegradáveis são mais prejudiciais, porque deixam para trás substâncias ou produtos químicos prejudiciais, que poluem e contaminam o solo, mas também o mar e até o ar que respiramos. 3 No entanto, a diferença entre biodegradável e não biodegradável nem sempre é clara. Tomar decisões sustentáveis torna-se, portanto, um pouco difícil, uma vez que tentar decidir onde traçar a linha entre os dois termos é um debate​ quente​!3

Produtos que não são biodegradáveis? 

Então esses são os significados e diferenças do biodegradável e não biodegradável. Vamos começar com alguns exemplos do que não é biodegradável:  

  • Plásticos – sacos, garrafas etc. 
  • Metais – latas etc. 
  • Fibras artificiais – nylon 
  • Certos resíduos de construção – é o caso dos pneus de borracha 
  • Hardware elétrico – exemplos: cabos, fios, DVDs, telefones celulares etc. 
  • Madeiras quimicamente tratadas 

Só porque esses itens não podem ser colocados na pilha de compostagem ou deixados para serem biodegradados rapidamente, tal não significa que estes tenham que acabar em aterros sanitários. Desde baloiços com pneus para crianças até alimentadores de pássaros feitos em lata, há muitas formas de garantir que esteja a produzir menos resíduos e adotar hábitos ambientalmente conscientes na sua casa e família. 

Mas lembre-se, quando se trata de reciclar e reduzir o desperdício, mesmo que nenhum pensamento surja imediatamente na sua mente, a inspiração pode surgir mais cedo ou mais tarde! Pergunte a um familiar ou amigo se tem ideias ou se precisa de ajuda para concluir o seu projeto de upcycling; com certeza ficarão felizes em ficar envolvidos. Pode até inspirá-los a reciclar ou descartar adequadamente alguns dos itens que iriam para o lixo! 

O que são materiais biodegradáveis? 

Mesmo com uma definição clara, pode ser complicado aclarar o que é biodegradável e o que não é. Para lhe facilitar a vida, aqui fica uma lista de materiais tipicamente biodegradáveis. 

  • Desperdício de comida 
  • Dejetos humanos 
  • Resíduos animais 
  • Produtos vegetais 
  • Papel 
  • Madeira natural 
  • Erva cortada 
  • Folhas das árvores, plantas 

Ao responder à pergunta 'o que é um material biodegradável' pode ficar mais bem informado sobre como descartar os seus resíduos, reduzir o número de itens que potencialmente envia para aterros e contribuir para cuidar e ter um impacto positivo no nosso planeta. 

O ​Colhogar Papel Higénico Húmido Aloe é biodegradável e pode ser descartado diretamente na sanita. Além disso, com 0% de álcool  é perfeito para as peles mais sensíveis.

O que é plástico biodegradável? É melhor para o planeta? 

Como já mencionamos os plásticos não são biodegradáveis, basta digitar ‘plástico biodegradável’ e perceber que são anunciados como parte da solução para a questão dos resíduos plásticos e da sua poluição, os plásticos biodegradáveis pareciam poder ser o verdadeiro negócio. Mas a verdade não é tão simples como pode parecer. 

Embora os plásticos biodegradáveis sejam concebidos para se decomporem com a ajuda de microrganismos, existem algumas condições específicas necessárias para que isso aconteça. Por exemplo, se o plástico biodegradável for enterrado num aterro com pouca exposição ao calor, bactérias, luz ou humidade, o material poderá não se decompor de todo.4

Além disso, quando se decompõem, os plásticos biodegradáveis libertam dióxido de carbono e metano, gases que – em 2015 – representavam colectivamente 92% de todos os gases com efeito de estufa.6 Um estudo concluiu mesmo que os plásticos biodegradáveis produziam mais metano nos aterros sanitários médios.5

As alternativas: plásticos compostáveis e bioplásticos 

Se tudo está a deixá-la com ansiedade, não se preocupe. Os factos sobre as alterações climáticas podem ser alarmantes, mas é importante fazer um balanço do que se pode fazer e não ficar sobrecarregado com o panorama geral. Afinal, os pequenos atos de cuidado e mudanças no estilo de vida que se transformam em novos hábitos podem ter um impacto positivo. Não é precisa muito esforço. 

Dizem que a necessidade é a mãe da invenção – por isso vamos fazer um balanço de alguns materiais mais recentes, como o bioplástico e os plásticos compostáveis. É exatamente o que parecem: materiais que geralmente são feitos de materiais vegetais e podem ser decompostos em composto . Nesse sentido produtos como o  rolo de cozinha Colhogar Rolo Cozinha Paratodo Maxirolls) ou Colhogar Rolo Cozinha Adapt  facilmente poderão ser decompostos. Em contrapartida, não os deverá enviar para a reciclagem por estarem sujos. 

Qual é a diferença entre biodegradável e compostável? 

Então essas são as definições de “não biodegradável” e “biodegradável”, mas e quanto a “compostável”? Biodegradável é facilmente confundido com compostável, pois ambos significam que um material é tecnicamente capaz de se degradar. No entanto, existem algumas diferenças importantes entre o que torna um material compostável ou biodegradável.

1. Os materiais compostáveis se decompõem em todos os componentes não tóxicos.

Só porque algo é biodegradável, isso não o torna compostável. Muitos produtos podem receber um rótulo de “biodegradável” porque acabarão por se decompor, mas isso não significa automaticamente que se decomporão rapidamente e, como aprendemos, podem decompor-se em componentes tóxicos se o material original contiver substâncias nocivas, como produtos químicos. 

Todos os materiais  decompostos de um produto devem ser verificados com base nos padrões atuais, incluindo a sua biodegradabilidade, desintegração, ecotoxicidade e qualidade do composto final. 

2. Os materiais devem decompor-se dentro de um determinado prazo para isso aconteça.

Tal como os materiais biodegradáveis, os materiais decompostos demora períodos de tempo diferentes para se decomporem. No entanto há um período mínimo para qual os materiais precisam se decompor para poderem ser legalmente rotulados como compostos. No Reino Unido, por exemplo, um material tem de ser certificado para se decompor em instalações de compostagem industrial no prazo de 180 dias – esse é o tipo de instalações de decompostos que os conselhos locais têm.6

Caso ainda seja aprendiz neste assunto ou apenas deseja um pouco mais de informações, consulte o nosso guia muito prático sobre noções básicas de ‘Como evitar o desperdício alimentar” , incluindo uma análise mais detalhada de como tudo funciona. 

Colhogar e o meio ambiente 

Aqui na Colhogar, estamos trabalhando para desenvolver produtos e soluções para uma sociedade circular, introduzindo mais materiais reciclados e recicláveis em nossas embalagens. Na verdade, com o uso de plásticos reciclados, reduzimos a pegada de carbono de nossas embalagens. Não se preocupe - podemos estar usando menos e desperdiçando menos, mas não comprometemos a qualidade! 

Um dos nossos compromissos-chave é reduzir as nossas emissões de gases de efeito estufa em 25% até 2030, a partir de um ano-base de 2016. Por que não conferir algumas das nossas outras iniciativas de sustentabilidade?

As vantagens ambientais dos materiais biodegradáveis e compostáveis 

Existem óbvios benefícios ambientais para materiais biodegradáveis e compostáveis que se degradam rapidamente em ambientes como compostagem industrial e compostagem doméstica bem gerida. Estes incluem a redução da quantidade de resíduos acumulados em aterros sanitários e a diminuição dos níveis de poluição resultantes no solo, na água subterrânea e no ar. Enviar este tipo de materiais para aterros sanitários é a opção menos favorável, mas se os gases provenientes dos materiais degradados forem capturados, o impacto negativo é reduzido. 

Como compostar em casa 

Se tiver a sua própria caixa de compostagem em casa, existem certos alimentos, bebidas e materiais de jardim que pode adicionar à pilha. Inclua resíduos verdes da sua cozinha, como folhas de chá (e saquinhos de chá especificamente rotulados como “compostáveis domésticos”), borra de café e restos de frutas e vegetais em sua compostagem doméstica. 

Além disso, uma vez biodegradado, poderá cuidar do seu jardim com o composto caseiro fresco! Confira nosso o guia prático de Como a compostagem funciona”  para obter mais informações sobre o que pode ou não colocar na caixa de compostagem. 

Compreender as diferenças entre materiais biodegradáveis, não biodegradáveis e compostáveis é um ato de cuidado simples, mas impactante, que nos ajuda a caminhar em direção a um futuro mais verde e sustentável. Lembre-se de que suas escolhas são importantes.  

Agora que já sabe a diferença entre materiais biodegradáveis e não biodegradáveis, ajude também a educar os seus amigos e familiares. Conhecimento é poder, logo por que não usar o seu poder de compra para ajudar o planeta? 

Referências: 

1Andreja Žgajnar Gotvajn, Jana Zagorc-Končan, Estudos de biodegradação como uma forma importante de estimar o destino ambiental de produtos químicos, Water Science and Technology, Volume 39, Issues 10–11, 1999, Pages 375-382, ISSN 0273-1223

2 Consumidores, plástico e o que significa ser “biodegradável”, Sanya Shahrasbi*

3 Choe, S., Kim, Y., Won, Y. e Myung, J. (2021). Preenchendo três lacunas nos plásticos biodegradáveis: equívocos e verdades sobre a biodegradação. Fronteiras em química, 9, 671750. 

4 Centro de Soluções Climáticas e Energéticas, Emissões Globais.

5A biodegradabilidade é um atributo desejável para resíduos sólidos descartados? Perspectivas de um modelo nacional de inventário de gases de efeito estufa em aterros sanitários, James W. Levis e Morton A. Barlaz Ciência e Tecnologia Ambiental 2011 45 (13), 5470-5476 DOI: 10.1021/es200721s 

6 London Recycles, Compostável, biodegradável, reciclável – qual a diferença? 


Este artigo foi-lhe útil?Obrigado pelo seu comentário!
ou
Tem alguma pergunta? Contacte-nos