Gripe ou sinusite? Descubra as diferenças

Um homem de óculos e camisa azul sentado num sofá a assoar o nariz
Colhogar Suavísimo Lenços

Pode ser bastante complicado perceber se sofre de sinusite ou gripe. É nessas alturas que tem de colocar o seu chapéu de detetive e jogar ao jogo das diferenças com a sinusite e gripe. Aprenda a distinguir essas duas infeções com as nossas dicas.

É possível sofrer de sinusite sem gripe?

A sinusite partilha muitos sintomas com a gripe. Portanto, faz sentido supor que essas duas condições andam de mãos dadas. Também é comum ter sinusite após uma gripe, porém é possível ter sinusite sem uma gripe. Então, qual é a diferença entre estas duas infeções?

Qual é a diferença entre a sinusite e gripe?

Existem duas diferenças notórias entre estes dois problemas. Uma diz respeito às causas que os originam e outra diz respeito ao que é afetado.

Primeiro, importa perceber o que é a sinusite e o que a origina. A sinusite é causada por uma infeção das vias nasais. A infeção pode ser causada por um vírus, bactérias ou até alergias. Isto cria problemas ao nível dos seios perinasais. Já a gripe é causada especificamente por diversos vírus. Isto pode afetar as vias nasais e os seios perinasais, como na sinusite. Contudo, pode afetar também a garganta e a laringe.

Para resumir, as gripes podem afetar todo o trato respiratório superior, enquanto que a sinusite atinge especificamente as vias nasais e os seios perinasais.

Quando tiver de enfrentar um dia doente com gripe ou sinusite, prepare-se com todos os confortos necessários. Estamos a falar de uma boa bebida quente, um livro, o comando e um pacote de lenços Colhogar Suavísimo para limpar o nariz de forma suave — e impedir que a infeção se espalhe.

Uma gripe pode originar sinusite?

É comum a sinusite surgir após uma gripe. Mas isso não é porque o frio causou a sinusite. Pelo contrário, isso depende dos nossos hábitos quando estamos a fungar com gripe.

Tendemos a tocar muito no nariz quando estamos com gripe. Isso pode transferir bactérias para os seios perinasais. Essa bactéria irrequieta pode então crescer, porque os seios da face não drenam e isso origina, então, uma infeção. Também é possível ter sinusite sem sintomas de gripe.

Sinusite sem sintomas de gripe

Para identificar a diferença entre sinusite e gripe, procure sintomas específicos. Os sintomas que vamos enumerar não se fazem sentir normalmente com uma gripe, mas são comuns na sinusite:

  • Dor ou sensibilidade atrás dos olhos e/ou nas bochechas. Essa dor sinusal sem gripe é a sua pista número um para perceber que tem sinusite e não gripe.
  • Mau hálito. Esse é outro sinal importante de que o seu problema não é gripe, mas sim sinusite.
  • Dor de dentes/dor na mandíbula. Embora não seja tão comum, pode sentir dor nos dentes ou na mandíbula com sinusite. Este não é um sintoma comum da gripe.
  • Muco na garganta. O muco desliza pela parte de trás da garganta.
  • Muco verde/amarelo espesso. Pode tossi-lo ou expeli-lo. Isto indica que está a decorrer uma infeção.

Gripe sem sintomas de sinusite

Há um fator preponderante que permite perceber que o problema é gripe sem sinusite, e esse fator são espirros.

Sintomas que a sinusite e a gripe partilham

Já percebemos o que é uma sinusite e o que é uma gripe e os sintomas que diferem entre uma e outra infeção. Mas o que têm estes dois problemas em comum? Os sintomas típicos da gripe que também o podem afetar com sinusite incluem:

  1. Tosse.
  2. Dor de garganta.
  3. Nariz obstruído.
  4. Fadiga.
  5. Muco excessivo.
  6. Dor de cabeça.

Quanto estiver a sofrer quer de gripe quer de sinusite, traga sempre consigo um pacote de lenços Colhogar Suavísimo. Vão ser o seu melhor aliado quando tentar desobstruir o nariz ou amparar o muco que teima em irritar a sua garganta.

Com todo esse conhecimento sobre a sinusite e o que é a gripe, agora poderá identificar as diferenças entre gripe e sinusite. Procure dor nos seios perinasais sem gripe (irá senti-la nas bochechas ou atrás dos olhos) e os outros sintomas listados acima. Depois de saber qual a infeção que o afeta, poderá ajudar o seu corpo a curar-se.

Entre em contato com o seu medico de família se os sintomas forem graves, se não melhorar no espaço de uma semana ou se a sua condição piorar.


Este artigo foi-lhe útil?Obrigado pelo seu comentário!
ou
Tem alguma pergunta? Contacte-nos